terça-feira, 17 de abril de 2012

Houve duas frases na nossa conversa que me marcaram: a primeira foi quando ela disse  - "lembro-me como se fosse hoje, fui busca-lo à escola e ele queixou-se de uma dor no pé..." uma dor no pé. Uma merda de uma dor no pé. Até essa data o Ruben era uma criança perfeitamente normal, feliz e saudável. Um petiz loiro que sorria nas fotos, do alto dos seus quatro anos. Hoje o Ruben tem 21 anos e está numa cadeira de rodas, o corpo atrofiado e torcido por uma doença rara e medonha, uma coisa que dá pelo nome de Sindrome de Leigh. O assustador é que foi num repente, num momento um menino como todos os outros, no outro , um menino aos poucos  preso num corpo retalhado pela doença e pela dor. A outra frase veio num folêgo, um desabafo feito de força e verdade: "Enquanto o meu filho for vivo eu vou estar sempre ao lado dele, sempre, todos os momentos..".
Há 17 anos que Lobélia está ao lado do Ruben. O Roque e a amiga como ela diz, para onde vai um, vai o outro. Há 17 anos que Lobélia só dorme duas horas de cada vez, porque o Ruben tem que ser mudado de posição, para não criar feridas e porque só respira amparado por uma máquina, que não dá sinal se os pulmões dele desistirem. E por isso ela dorme, esses breves momentos, num cadeirão ao lado da cama dele. Hà 17 anos que Lobélia, veste, alimenta, acarinha, carrega, trata, cuida, ama o Ruben. Há 17 anos que são um, unidos por um elo mais forte que a vida. A esperança de vida do Ruben, quando foi diagnosticada a doença, era de um ano. Há 17 anos que ele desafia as probabilidades amparado num amor sem tamanho. Eu posso escrever 10 mil palavras e fazer fotografias sem fim, que nunca lhe farei justiça. Lobélia não sai sem o filho, não vive sem o filho, a sua vida É o filho.  E eu ali, pasmado a ouvir, a fotografar, a querer gritar. Lobélia, não mostra ressentimento, Lobélia só mostra amor. Lobélia tem mais força que todos os exércitos, mais coragem que todos os heróis, mais dedicação do que a que existe no mundo. Lobélia, que enfrenta todos os médicos, todas as enfermeiras, que vai para Paris sózinha com ele, que luta e luta, contra tudo e contra todos, para que o Ruben possa ser o mais feliz possivel, o mais normal possivel e tudo o mais que quiser ser e ela lhe puder dar. E o Ruben corresponde, cuidado, cabelo pintado, ténis de marca, roupa escolhida a dedo. Dentro do invólucro que o atraiçoou, mora um  rapaz como os outros, inteligente e vaidoso, que vai ao Facebook   e gosta de raparigas. Com um coração de leão, que aguenta todas as dores do mundo e que dores serão eu nem consigo conceber, apenas com um esgar, e umas gotas de suor na testa. Fortalecidos um no outro, enfrentam tudo. E merecem tudo.
É nestas altura que eu amo o que faço - pelo privilégio de conhecer gente assim. Oxalá o meu trabalho lhes faça justiça.

8 comentários:

  1. Oxalá. que o merecem. E tu mereces um abraço apertado por este texto.
    Ana A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Ana :) pelo menos darei o meu melhor.

      Eliminar
  2. amor, dedicação, dar a vida pela vida, ter um filho é sentir, é viver, é amar, é mágoa, é tristeza, é felicidade, é dar tudo, é o tão apelado amor incondicional, agora eu que também sou mãe já sinto como mãe, vivo para ele e ele é tudo para mim, um sorriso, uma palavra, um olhar, neste momento adorava abraçar a Lobélia e dizer ao Ruben que adoro os teus ténis, uma palavra de força é tudo o que me resta aqui deixar para esta mãe de coragem, e a ti...angelo...deixo-te um bem-haja e um muito obrigada pelas tuas palavras , por nos lembrares do que é realmente ter força para viver, para enfrentar as infelicidades e felicidades da vida, obrigada por partilhares e abrires o teu coração nestas palavras tão encobertas de amor...

    ResponderEliminar
  3. Que bom ver este projecto a andar, que bom lê-lo e certamente que bom vai ser vê-lo <3 Keep it simple, como tu...

    ResponderEliminar
  4. Estou surpreendida e encantada. Obrigada. Foi uma inesperada descoberta. Vou andar por aqui mais vezes.
    Ana S

    ResponderEliminar
  5. Obrigada Ângelo ...
    Obrigada por este Amor sincero que conseguis-te descrever tão bem !!!

    ResponderEliminar
  6. A todos o meu obrigado sincero.As minhas palavras e imagens só vivem no vosso olhar. Espero corresponder. Que este seja um bom ponto de encontro paRA UM MUNDO MELHOR.

    ResponderEliminar
  7. Conheço anbos e este texto transcreve toda a verdade, ao ler as lagrimas escorriam-me pela cara é uma mulher de força e muita coragem ele um menino de ouro.Obrigado por este texto e continue a escrever assim a mostrar a realidade das coisas.

    ResponderEliminar