quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Há alguns anos e várias vidas atrás estive no México, em Chiapas, a fazer uma reportagem (várias na verdade), sobre o movimento zapatista, para quem não saiba um movimento guerrilheiro pró-indigena, liderado pela figura legendária do sub-comandante Marcos. Mas esta história não é sobre os zapatistas, por muito interessantes que possam ser. É sobre nós, a TSU agora transformada em NQTSUAMENC (não Querias a TSU Agora Mete Estes No Cu), o Gaspar, o Coelho, os outros Gaspares e outros Coelhos, os impostos, mais impostos, ainda mais impostos, os bandidos, a miséria e o limite. O limite que os nossos amigos zapatistas muito bem sintetizaram num dos seus magnificos slogans - YA BASTA!(lusitano dos 7 costados passo agora a referir-lo como JÁ BASTA!).
Pssssst, cansado de ser explorado? Farto de ver, ouvir e sentir na pele, que tem que apertar o cinto mais e mais e mais? Indignado com o facto (com c, que eu não vou cá em mariquices pós-modernas) de quem lhe exige todos os sacrificios, não se dignar a dar um de exemplo? Sempre que ouve a palavra austeridade lembra-se de a sua avó lhe explicar como se matava um coelho? Sempre que ouve o nome Gaspar recorda com saudade o tempo em que ele se chamava Gasparzinho e não passava de um fantasminha brincalhão? Pois então tenho que o informar que esses são os sintomas de uma doença nada nova e pouco rara que se chama "ser português de classe média de alcunha o cronicamente fodido (para ler de um folego)".
Mas o que é isto senhoras e senhores? JÁ BASTA, não? Ou é espremer até sair sangue? Pode ser que um dia saia é o vosso sangue, ó vós que vos sentais nas senhoriais cadeiras ministeriais e que acham que tudo vos é devido..tenho uma ideia, vendam a frota dos vossos (perdão NOSSOS) "carrinhos", cortem os vossos ordenados para metade, acabem com os vossos próprios subsidios e apoios disto e daquilo, transformem os "tachos" em panelas de comida para quem precisa e  os boys em men, extingam a maior parte desse escandalo que são as PPPs e as (a)fundações com dinheiros públicos, tenham vergonha na cara e decência no comportamento, deixem de se servir para servirem, transformem-se de políticos de opereta em estadistas de corpo inteiro e vão ver que num instante, sem matarem os velhos e os doentes e correrem com os jovens, este país volta a ser grande. Ou pelo menos médio, vá lá..
Acordem gentes. Acordem e exigam explicações sobre que merda é esta do BPN? E exigam não pagar os desgovernos que eles fizeram e fazem. E exigam contas. São vocês que lhes pagam os ordenados e as mordomias principescas, é a vocês que eles têm que prestar contas, de tudo, mas mesmo tudo. Ou vão deixar que os submarinos se escondam de vez nas profundezas? Com o vosso dinheiro? Vejam os exemplos de fora, vejam os islandeses, vikings sem medo de mostrar os cornos. JÁ BASTA!
E já agora pensem nisto - os zapatistas tinham outro slogan, em caso do primeiro não bastar (lembras-te Isabel?):
Espirito de poeta
Alma de criança
Coração de guerreiro!



 

Sem comentários:

Enviar um comentário