segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016


No seguimento do meu post anterior: O actor Alan Rickman morreu hoje de cancro aos 69 anos, tal como já tinha acontecido com Bowie. Acontece todos os dias à nossa volta, em números alarmantes, mas por vezes, só com figuras tão conhecidas, tomamos consciência da verdadeira dimensão do drama - o cancro vais ser muito em breve a principal causa de morte no mundo e 1 em cada 2 pessoas no mundo vai tê-lo. Andámos anos a destruir e a alterar o meio ambiente, em nome de interesses obscuros, a consumir e a usar produtos danosos, levados pela mão pelos mesmos interesses, a permitir que o próprio ar que respiramos se tornasse veneno e agora chegámos a este ponto - não nos bastou destruir o mundo em que vivemos, destruímo-nos a nós próprios. Parabéns.

Sem comentários:

Enviar um comentário