sexta-feira, 20 de maio de 2011

dizia um senhor daqueles na televisão que os portuguese se queriam ter plasmas e ir para a Costa da Caparica de carro, teriam que produzir mais e gastar menos. Concordo. E sugiro que e o senhor e os amigos dele dêem o exemplo: a partir de agora deviam deslocar-se sempre de transportes publicos, como o resto da malta. Ali apertadinhos, suados e atrasados puderia ser que finalmente percebessem...

3 comentários:

  1. Não Angelo eles não iam perceber porque combinavam com o pessoal dos transportes e na carruagem onde iam só entrava o número certo de passageiros...
    Arranjavam maneira...
    Ah e já agora se o pessoal se põem a produzir para gastar em trivialidades, que é o que se faz quando as vacas ficam gordas, voltamos ao mesmo!
    O que falta é o pessoal usar o dinheiro com cabeça e não com os olhos.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Diogo tens razão. Mas também não basta ser como a mulher de César, há que parece-lo. Se são pedidos sacrificios à malta, então quem os pede tem que dar o exemplo. O problema é que qd olhas para cima só vês tretas, compadrios e esquemas. E tu é que pagas as contas..

    ResponderEliminar