sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Avizinham-se mais medidas de austeridade, nas palavras austeras (redundância eu sei..) do nosso piqueno (assim mesmo, com i) ministro das massas. Pá porque não apontam de uma vez uma arma ao pessoal e se limitam a dizer "passem para cá a guita"?? roubar por roubar sempre era mais honesto. Sim eu sei que é necessário equilibrar as contas, cumprir o déficit e outras coisas que tais, mas bolas assim não dá. Quer dizer, a malta trabalha, trabalha, trabalha e depois vai a ver e carteirita sempre vazia.. mas vale a pena? convenhamos o que tá a dar é aderir à tribo do subsidio-dependente, faz-se pouco ou nenhum e tem-se a compreensão e o apoio do querido Estado - à pala aqui dos otários como é obvio. Alguem tem que pagar as contas. Começo a ficar cansado, muito cansado, que me vão ao bolso e nem peçam licença. O sistema não dá? mude-se. Metam os calinas a trabalhar, há ai muita terra por lavrar... subsidios e apoios só para quem não puder mesmo subsistitir de outra forma (deficientes, velhotes sem fontes de rendimento e por ai). Hoje estou assim, pronto.

1 comentário:

  1. Curioso, eu nem percebia que o problema era a falta de dinheiro, uma vez que compramos submarinos,carros blindados, vendemos o BPN por tuta e meia (com uma oferta bem mais alta encima da mesa), nao obrigamos 'a devoluçao de dinheiros publicos aos condenados por corrupçao (ah! mas ha disto? ca' condena-se alguem por corrupçao?), entre tantos outros casos. Enfim... haja luz e braços bom para trabalhar que ha' por ai muito "BOA" gente a precisar de encher os bolsos para ter iates e carros de luxo e mansoes and so on! :D

    ResponderEliminar